27 de dezembro de 2013

Mensagem de Ano Novo.


 

Mensagem de Ano Novo.


Para você ganhar um feliz Ano Novo...Não precisa fazer uma lista de boas intenções para arquivá-la numa gaveta.
Não precisa chorar de arrenpendimento das asneiras consumadas nem estupidamente acreditar que por decreto da esperança a partir de Janeiro as coisas mudem e haja recompensa e justiça entre os homens e as Nações, liberdade com cheiro e gosto do pão matinal, direitos respeitados, começando pelo direito de viver.
Para ganhar um feliz Ano Novo que mereça este nome, meu caro, tem de merecê-lo, tem de fazê-lo novo.
Sei que não é fácil mas tente, experimente, consciente.
É dentro de cada um que o Ano Novo dorme e espera desde sempre.

Para o ano novo, desejo que...

"...se for pra fazer guerra, que seja de travesseiro.
Se for pra ter solidão, que seja no chuveiro.
Se for pra perder, que seja o medo.
Se for pra mentir, que seja a idade.
Se for pra matar, que seja a saudade.

Se for pra morrer, que seja de amor.
Se for pra tirar de alguém, que seja sua dor.
Se for pra ir embora, que seja a tristeza.

Se for pra chorar um dia, que seja de alegria.
Se for pra cair, que seja na folia.
Se for pra bater, que seja um bolo.
Se for pra roubar, que seja um bolo.
Se for pra matar, que seja de desejo
Alvaro Socci.

19 de dezembro de 2013

Arvore de Natal 2013




Arvore de Natal de 2013.

Quisera Senhor, neste Natal, armar uma árvore dentro do meu coração e nela pendurar em vez de presentes, os nomes de todos os meus amigos.
Os amigos de longe e de perto. Os antigos e os mais recentes.
Os que vejo a cada dia e os que raramente encontro.
Os sempre lembrados e os que as vezes ficam esquecidos.
Os constantes e os intermitentes. Os das horas difíceis e nos das horas alegres, os que sem querer, eu magoei, ou, sem querer me magoaram.
Aqueles a quem conheço profundamente e aqueles de quem não me são conhecidos, a não ser as aparências. Os que pouco me devem e aqueles a quem muito devo. Meus amigos humildes a meus amigos importantes. Os nomes de todos os que já passaram pela minha vida.
Uma árvore de muitas raízes muito profundas para que seus nomes nunca mais sejam arrancados do meu coração. De ramos muito extensos, para que novos nomes vindos de todas as partes venham juntar-se aos existentes. De sombras muito agradáveis para que nossa amizade seja um aumento de repouso nas lutas da vida.
Que o Natal esteja vivo dentro de nós em cada dia do ano que se inicia para que possamos viver sempre o amor e a fraternidade.

Arvore de Natal. Com esta minha prece, desejo à minha família, amigos, a si e aos seus, um Santo Natal.
O Natal é amar a nossa família é doar aos mais necessitados, é dar e receber amor.




16 de dezembro de 2013

Peter O'Toole


Peter O' Toole. O ator irlandês era conhecido mundialmente por ser o protagonista do filme Lawrence da Arábia em 1962, realizado por David Lean, morreu no dia 14 deste mês aos 81 anos de idade no Hospital Wellington de Londres.

Em 1970, Peter O'Toole já tinha sobrevivido a um cancro no estômago, tendo-lhe sido retirado também parte do pâncreas. O ator esteve várias vezes em Portugal e como bom irlandês gostava de beber.
No ano passado, Peter O'Toole anunciou a reforma: "Dou à profissão um adeus sem lágrimas e estou profundamente grato. No teatro e no cinema trabalhei com boas pessoas e bons companheiros, com quem eu partilhei o inevitável: um monte de falhanços e sucessos", declarou.

Como aproveitar as sobras de arroz




Como aproveitar as sobras de arroz. Na minha cozinha nada se desperdiça... Acho que  hoje em dia poucas pessoas despediçam comida.
Há uns anos atrás quando sobrava arroz branco fazia "bolinhos chinês de arroz", era este o nome que os meus filhos davam aos referidos  bolinhos que são parecidos ( tipo e formato) com os pasteis de bacalhau.

Ontem como sobrou do almoço arroz suficiente, resolvi  hoje fazer uma torta de arroz com atum... uma boa dica para um almoço. Que tal experimentarem?

Cá vai a receita!

Ingredientes


4-  xícaras de sobras de arroz;

3 - ovos;

1 -  xícara de leite;

1 -  xícara de farinha de trigo;

1 -  abobrinha ralada;

1 - cenoura ralada;

2 -  latas de atum;

sal e pimenta a gosto.
Como se faz?

Misture tudo, coloque numa  forma untada e enfarinhada. Leve  ao forno pré-aquecido a 180 graus até passar no teste do palito. Sirva regado com azeite e uma saladinha. Bom apetite!

Como aproveitar as sobras de arroz. Como dizia Lavoisier na natureza nada se perde tudo se transforma.

12 de dezembro de 2013

Mensagem de Natal


Mensagem de Natal. O Natal é um momento doce e cheio de significado para as nossas vidas...
"É tempo de repensar valores, de ponderar sobre a vida e tudo que a cerca.
É momento de deixar nascer essa criança pura, inocente e cheia de esperança que mora dentro de nossos corações. É sempre tempo de contemplar aquele menino pobre, que nasceu numa manjedoura, para nos fazer entender que o ser humano vale por aquilo que é e faz, e nunca por aquilo que possui. Noite cristã, onde a alegria invade nossos corações trazendo a paz e a harmonia."


O Natal é também tempo de reflexão.

Conto O Mendigo

Numa noite de tempestade, um peregrino cansado de uma longa jornada, foi bater à porta de uma grande casa iluminada. Veio um frade à porta e ele explicou:
- Sou um peregrino cansado e faminto. Só lhe pedia alguma coisa para comer, para não morrer à fome. 
O frade convidou-o a entrar. Deu-lhe comida e alojamento para essa noite fria.
 No dia seguinte, ao amanhecer quis continuar a sua peregrinação. Os frades na despedida, deram-lhe algum dinheiro.
No dia seguinte, o peregrino regressou ao mesmo convento e pediu:
- Quando estive convosco, percebi que sois muito felizes. Aqui tendes o dinheiro que me destes e mais algum que arranjei. Mas por favor, dai-me o segredo da vossa alegria.

Mensagem de Natal. Com o dinheiro pudemos comprar muitas coisas e até pessoas. Mas não pudemos comprar a alegria e a felicidade. Essas duas estão dentro de nós.
 



Pudim de Morango e chocolate

 

 Pudim de Morango e chocolate. Mais uma sugestão que vos deixo para o Natal.

Receita:

Ingredientes:


1 lata de leite condensado;

2 caixas de creme de leite geladas;

2 bandejas de morango picados;

1 barra de chocolate meio amargo;

1 pote de creme de leite fresco;

2 colheres (sopa) de açúcar;
 
Folhas de waffer, ou 1 pacote de waffer.
  
MODO DE PREPARAÇÃO:


 
Cozinhe a lata de leite condensado na panela de pressão por 15 minutos, espere gelar. Derreta a barra de chocolate no microondas por 1 minuto e misture com o creme de leite, reserve. Bata na mão o creme de leite fresco com o açúcar, por 7 minutos em velocidade constante, até que fique um chantilly. Numa tigela refratária misture o leite condensado cozido e gelado com 1 caixa de creme de leite, até que fique um creme homogêneo. Em cima do creme coloque as folhas de waffer (ele serve para sugar o líquido do morango), depois os morangos picados, e por cima o creme de chocolate, finalize colocando o chantilly

Dica: pode colocar um pouco de café dissolvido no chantilly.

11 de dezembro de 2013

Espumante Green



Espumante Green. Como o prometido é devido eis a receita do Espumante Green para acompanhar o bolo Delícia.http://paixoesdanina.blogspot.pt/2013/12/receita-do-bolo-delicia-nevada.html.

- 1 limão, frutos vermelhos a gosto, Espumante e Pisang Ambon.

Corte o limão às rodelas e coloque num jarro. Junte os frutos vermelhos, adicione o espumante e o Pisang Ambon. Mexa e sirva.



Filhoses de iogurte

 


Filhoses de iogurte. Quando li esta receita postada no blog abaixo mencionado resolvi seleccioná-la para confecioná-la no Natal e claro partilhá-la com vocês.

Ingredientes:
1- iogurte sabor à escolha
2- ovos
1- copo do iogurte de açúcar amarelo RAR
3- copos de farinha Branca de Neve
- raspa de limão
- Açúcar e canela q.b.


Preparação:

Misturar todos os ingredientes ao mesmo tempo.
Fritar em óleo em pequenas bolas.
Tirar e deixar sobre papel absorvente um bocado.
Passar por açúcar e canela.

Experimentem!

http://receitinhasdabelinhagulosa.blogspot.pt/2012/05/filhoses-de-iogurte-passo-passo.html

5 de dezembro de 2013

Receita do Bolo Delicia Nevada



Receita do Bolo Delicia Nevada.  É esta a receita que hoje vos deixo... um bolo que gosto de fazer na quadra do Natal.
Ingredientes para a Massa:

- 250 g de açúcar;
- 6 ovos;
- 0,5 dl de óleo;
- 0,5 dl de água morna;
- 100 g de amêndoa moída;
- 200 g de farinha;
- 1 c de chá de fermento em pó;
- manteiga q.b;
- açúcar em pó q.b.

Decoração:
- 300 g de pasta de açúcar branca, ou chantilly;
- doce de fruta a gosto;
- pérolas prateadas e lilás;
- flores;
- fitas alusivas ao Natal.

Confeção:

1- Ligue o forno a 180º. Unte uma forma redonda com manteiga. Bata as claras em castelo e reserve. À  parte, bata bem as gemas com o açúcar e adicione o óleo e a água, bata mais um pouco. Junte a amêndoa moída, a farinha e o fermento, alternando com as claras em castelo. Coloque na forma e leve ao forno por 40 minutos. Desenforme e deixe arrefecer.
2 - Quando estiver frio, barre o bolo com o doce de fruta, aplicando apenas uma camada fina, com o auxílio de uma espátula, reserve.
3 - Estenda a pasta de açúcar sobre uma superfície polvilhada com açúcar em pó, até obter uma espessura fina. Cubra a superfície do bolo com a mesma e acerte as extremidades. Coloque o bolo num prato e decore com as flores, as pérolas e as fitas.

Receita do Bolo Delicia Nevada. Espero que gostem! e no próximo post irei colocar a receita do Espumante Green para acompanhar este delicioso bolo.







26 de novembro de 2013

Poema de Luis Fernando Verissimo Tu e Eu




Poema de Luis Fernando Verissimo Tu e Eu.



Tu e Eu 
 "Somos diferentes, tu e eu.
Tens forma e graça
e a sabedoria de só saber crescer
até dar pé.
En não sei onde quero chegar
e só sirvo para uma coisa
- que não sei qual é!
És de outra pipa
e eu de um cripto.
Tu, lipa
Eu, calipto.

Gostas de um som tempestade
roque lenha
muito heavy
Prefiro o barroco italiano
e dos alemães
o mais leve.
És vidrada no Lobão
eu sou mais albônico.
Tu,fão.
Eu,fônico.

És suculenta
e selvagem
como uma fruta do trópico
Eu já sequei
e me resignei
como um socialista utópico.
Tu não tens nada de mim
eu não tenho nada teu.
Tu,piniquim.
Eu,ropeu.

Gostas daquelas festas
que começam mal e terminam pior.
Gosto de graves rituais
em que sou pertinente
e, ao mesmo tempo, o prior.
Tu és um corpo e eu um vulto,
és uma miss, eu um místico.
Tu,multo.
Eu,carístico.

És colorida,
um pouco aérea,
e só pensas em ti.
Sou meio cinzento,
algo rasteiro,
e só penso em Pi.
Somos cada um de um pano
uma sã e o outro insano.
Tu,cano.
Eu,clidiano.

Dizes na cara
o que te vem a cabeça
com coragem e ânimo.
Hesito entre duas palavras,
escolho uma terceira
e no fim digo o sinônimo.
Tu não temes o engano
enquanto eu cismo.
Tu,tano.
Eu,femismo."

Poema de Cora Coralina

 
Poema de Cora Coralina

Lindo demais
Coração é terra que ninguém vê

"Quis ser um dia, jardineira
de um coração.
Sachei, mondei - nada colhi.
Nasceram espinhos
e nos espinhos me feri.

Quis ser um dia, jardineira
de um coração.
Cavei, plantei.
Na terra ingrata
nada criei.

Semeador da Parábola...
Lancei a boa semente
a gestos largos...
Aves do céu levaram.
Espinhos do chão cobriram.
O resto se perdeu
na terra dura
da ingratidão

Coração é terra que ninguém vê
- diz o ditado.
Plantei, reguei, nada deu, não.
Terra de lagedo, de pedregulho,
- teu coração. Bati na porta de um coração.
Bati. Bati. Nada escutei.
Casa vazia. Porta fechada,
foi que encontrei..."

Cora Coralina

19 de novembro de 2013

William Shakespeare

 

William Shakespeare escreveu:

"Um dia voçê aprende que ... verdadeiras amizades continuam a crescer, mesmo a longas distâncias. E o que importa não é o que voçê tem na vida, mas quem tem na vida ... aprende que não temos que mudar de amigos, se compreendermos que os amigos mudam ..."

Charles Chaplin


Pensamos demasiadamente
Sentimos muito pouco
Necessitamos mais de humildade
Que de máquinas.
Mais de bondade e ternura
Que de inteligência.
Sem isso,
A vida se tornará violenta e
Tudo se perderá.

"Charles Chaplin"

15 de novembro de 2013

A minha cidade Viseu

A minha cidade Viseu. O amor pela nossa terra, aquela em que nascemos e vivemos a nossa infância  é um amor terno e completo.
A pessoa que ama a sua terra respeita a sua história. Nascemos e nos transformamos naquilo que o passado escreveu.

A cidade de Viseu é a terceira maior e mais populosa cidade no Centro de Portugal.
Conhecida pela cidade das rotundas (possui cerca de 197 no seu perímetro urbano).

Segundo um estudo da DECO de 2007 sobre qualidade de vida, Viseu é a 17ª melhor cidade europeia, como a cidade com mais qualidade de vida entre as 76 do estudo, sendo ainda a primeira das 18 cidades capitais de distrito portuguesas com melhor qualidade de vida.
É  também conhecida como a cidade do Verde Pinho, por estar rodeada de imensos pinhais. 


Viseu possui 7 Igrejas e 3 Capelas a mais importante de todas é a sua Sé.
Jardim das Mães.
O Parque Aquilino Ribeiro é um dos pulmões da cidade de Viseu onde pululam, há séculos, grandes árvores e outras espécies vegetais, testemunhos do  testemunhos do tempo em que aquele espaço pertenceu a uma quinta medieval e à cerca de um convento. É um parque público.

Feira São Mateus  com mais de 600 anos é uma das mais antigas feiras de Portugal. De 09 de Agosto a 22 de Setembro todos os anos. Um lugar de diversão que todos os visienses não gostam de faltar.

Dicas de croche para o Inverno





Dicas de croche para o Inverno. Com a chegada dos dias cinzentos, tempo desagradável, por vezes vento gelado sabe bem usar agasalhos quentes e coloridos.

As minhas sugestões:

Xaile com flores em tons cinzento escuro, cinzento claro, camelo, bege e bordeau, ferrugem e cru, feito em croche, agulha nº 4 que pode usar como  cachecol.


Vestido castanho feito em fio Mocca com uma barra larga e decorativa, em croche, com uma agulha nº4.





Os degraus da vida


 


Os degraus da vida. Um dia, o cavalo de um camponês caiu num poço. Não se feriu, mas não podia sair dali por conta própria. Por isso o animal chorou fortemente durante horas, enquanto o camponês pensava no que fazer.

Finalmente, o camponês tomou uma decisão cruel: concluiu que o cavalo já estava muito velho e não servia mais para nada e também o poço já estava  seco, precisaria ser tapado de alguma forma.

Portanto, não valia a pena se esforçar para tirar o cavalo de dentro do poço. Ao contrário, chamou seus vizinhos para ajudá-lo a enterrar vivo o cavalo. Cada um deles pegou uma pá e começou a jogar terra dentro do poço.

O cavalo não tardou a se dar conta do que estavam fazendo com ele e chorou desesperadamente. Porém, para surpresa de todos, o cavalo quietou-se depois de umas quantas pás de terra que levou.

O Cavalo  finalmente olhou para o fundo do poço e  surpreendeu-se com o que viu. A cada pá de terra que caía sobre suas costas o cavalo a sacudia, dando um passo sobre esta mesma terra que caía ao chão.

Assim, em pouco tempo, todos viram como o cavalo conseguiu chegar até a boca do poço, passar por cima da borda e sair dali a trote.
 
Moral da História:

A vida vai l jogar muita terra em cima de si, todo o tipo de terra. Principalmente se você já estiver dentro de um poço. O segredo para sair do poço é sacudir a terra que se leva nas costas e dar um passo sobre ela.

Para sermos felizes precisamos libertar o coração do ódio, a mente de preocupações, simplificar a vida, dar mais e esperar menos. Além de amar mais e aceitar toda a terra que lhe atiram, pois ela pode ser a solução e não um problema, como a maioria das pessoas acreditam.

Os degraus da vida. Cada um de nossos problemas é um degrau que nos conduz para cima. Podemos sair dos mais profundos buracos se não nos dermos por vencidos. Use a terra que te jogam para seguir adiante!

9 de novembro de 2013

Dia de S. Martinho




Dia de S. Martinho é celebrado a 11 de Novembro.

No calendário litúrgico comemora-se esta data em que este Santo, falecido dois ou três dias antes em Candes, no ano de 397, foi a enterrar em Tours, França.

Este dia é uma das celebrações que marcam o Outono.

A lenda de São Martinho conta que certo dia,  um soldado romano chamado Martinho, estava a caminho da sua terra natal. O tempo estava muito frio e Martinho encontrou um mendigo cheio de frio que lhe pediu esmola. Martinho rasgou a sua capa em duas e deu uma ao mendigo. De reprente o frio parou e o tempo aqueceu. Este acontecimento acredita-se que tenha sido a recompensa por Martinho ter sido bom para com o mendigo.
A tradição do Dia de São Martinho é assar as castanhas em casa ou num magusto com os amigos e beber o vinho novo, produzido na colheita do Verão anterior.


Por norma, na véspera e no Dia de São Martinho o tempo melhora e o sol aparece. Este acontecimento é conhecido como o Verão de São Martinho.

Provérbios de São Martinho:

- Por S. Martinho semeia fava e o linho;
- Se o Inverno não erra o caminho, tê-lo-ei pelo S. Martinho;
- No dia de S. Martinho, vai à adega e prova o vinho;
- No dia de S. Martinho, castanhas, pão e vinho;
- No dia de S. Martinho com duas castanhas se faz um magustinho;
- Pelo S. Martinho, todo o mosto é bom vinho;
- Dia de S. Martinho, fura o teu pipinho.
 
Dia de S.Martinho. Em Portugal o dia de S. Martinho é invocado e lembrado no espirito de solidariedade.

6 de novembro de 2013

A idade

 A idade. Muitas pessoas dizem coisas incríveis como “ah já não tenho idade para isso” (dançar, correr, saltar, cantar, aprender uma língua nova, viajar”) ou” já passei da idade” e coisas do género. Como se houvesse um limite e tivessem que fazer apenas o que cabe dentro desse limite. Algo que elas próprias colocaram na sua mente.
A questão é que não há limites.Tanto pode aprender a dançar uma rapariga de vinte anos como uma mulher de sessenta. A idade está na “cabeça” de cada pessoa. Se eu acredito que não tenho idade então o mundo é uma permanente descoberta. Como uma criança, para ela não existem limites, nós deveríamos aprender mais com elas, a descobrir o mundo todos os dias um pouco mais. A apreciar, contemplar, brincar, desfrutar e a agradecer!
Uma coisa que gosto cada vez mais e que é fruto da minha idade ou melhor da minha vivência, porque como digo não temos idade,e fruto também da minha observação interna, é de me conhecer cada vez melhor. O que faz com que já saiba que gosto mais de umas coisas do que de outras, que aquilo é que me faz sentir mesmo feliz.
Sei que amo os países tropicais e quentes, por muito giro que a neve possa ser; que é a caminhada e a dança os exercícios físicos que mais se adequam a mim, que prefiro as cores alegres e vibrantes, que a comida chinesa e a mediterrânica me deliciam, que é o Reiki e a massagem  que o meu corpo mais gosta, que adoro a natureza, e vibro em ser feliz com paz, harmonia e equilíbrio.
A “idade” , as vivências e a consciência delas, traz-nos esta sabedoria interna que se espelha ao nosso redor e nos faz escolher melhor. A escolha sábia é tão importante na nossa vida.
Sim, não temos idade, está apenas na nossa cabeça, o que importa é como escolhemos viver, isso mesmo, como QUEREMOS.
Todos os dias, a cada momento fazemos escolhas, o que ouvimos, o que sentimos, o que pensamos, o que comemos, tudo escolhas, nossas, conscientes ou inconscientes. À medida que vamos aprendendo e apercebendo-nos disto, podemos mudar as escolhas, é muito subtil por vezes, outras nem tanto.
Podemos fazer por comer melhor, focarmo-nos na saúde, pensamentos positivos, harmonia, a alegria, dançar, brincar...

Algum dia há-de dar certo. Se não for do jeito que sonhamos, será de um jeito muito melhor.
E assim, com estas atitudes, vamos sendo cada vez mais sem idade, sem limites, porque estamos e estaremos sempre vivos, a nossa essência, aquilo que é nunca deixará de ser!
A idade é um tema profundo, mexe connosco. Faz-nos sentir melhor ou pior, querer mais ou menos.

5 de novembro de 2013

Panquecas

As minhas panquecas. Adoro ao pequeno almoço comer panquecas de variadas formas e recheios, acompanhadas de um chá quentinho de frutos vermelhos.

Ingredientes:

- 250 g de farinha fina;
- 2 Ovos;
- 3 dl de Leite;
- 70 g de Margarina morna derretida;
- l colher de sopa de açúcar amarelo;


Confeção:
 
Numa tigela, bater os ovos, juntar o açúcar, a margarina derretida morna, o leite e a farinha. Bater muito bem  até obter uma massa homogénea. Aquecer em lume médio uma frigideira anti-aderente e pincelá-la com óleo ou margarina. Deitar uma concha do preparado e deixar cozinhar uns minutos até aparecerem “furinhos” na massa.
Virar com a ajuda de uma espátula e deixar alourar.
Repetir a operação até acabar a massa.


Algumas dicas: Juntar ao preparado fruta, canela, para o sabor ser diferente.
Em cima podem colocar mel, manteiga, compotas ou gelados.

Panquecas as minhas preferidas são as cobertas com mel ou gelado. Bom apetite!


Tudo é uma questão de tempo




Uma questão de tempo...
Sim... As pessoas que amamos são insubstituíveis ao nosso coração. Aquele lugarzinho que elas ocupam fica marcado com a presença delas, com o cheiro, com a forma e até o som do riso. E quando elas partem forma-se o vácuo. Mas se a presença física se foi, ficam ainda as lembranças de tudo aquilo que foi construído juntos: os momentos vividos, as horas compartilhadas, muitas vezes as partidas e reencontros... A saudade é tão indizível quanto a dor que ela provoca. Mas ainda existe uma esperança: quem faz o bem aqui, nunca vai completamente: essa pessoa vive através dos ensinamentos que deixou, vive através das marcas que foi colocando em cada passo, cada acontecimento...E o que reconforta é a esperança de que esse ponto final colocado é apenas passageiro, pois o Senhor nos prometeu que um dia, no céu, nós nos reconheceríamos. Então... é apenas uma questão de tempo. Um dia a gente se reencontra fatalmente com aqueles que amamos e nos amaram acima de tudo nessa vida terrena. E enquanto estamos aqui, vamos deixando nossas marcas também, por que há os que precisam de nós e os que um dia irão querer viver com a esperança de nos reencontrar. Assim, um dia, numa promessa feita por Deus, haverá no céu uma grande festa!

 Tudo é uma questão de tempo...

Leticia Thompson

Vestidos em crochet para meninas

Vestidos em crochet para meninas. "Viver é acalentar sonhos e esperanças, fazendo da fé a nossa inspiração maior. É buscar nas pequenas coisas, um grande motivo para ser feliz."
Mário Quintana
Vestidos em crochet para meninas. Sonhar é o que me resta neste momento... a menina tarda em chegar.







2 de novembro de 2013

Saudades tuas.

 
Saudades tuas. 

Queria tanto trazer-te de volta e passar mais um dia contigo, só mais uma vez, uma última vez, dar-te mais um xi-coração, mais um beijo, ouvir a tua voz e o teu sorriso. Ter outra chance de dizer o quanto te amo e as saudades que sinto de ti. 
Dizer-te que o amor de mãe é como um farol a iluminar os seus filhos, acompanhando-os,  protegendo-os e  perfumando  a sua existência, permanecendo para além do tempo e do espaço.

31 de outubro de 2013

Bolo da noite de bruxas

Bolo da noite de bruxas. Como doçura fiz este bolo. Como travessura,  mais logo farei! 
Ingredientes:

- 2 cenouras;
- 200 g de açúcar;
- 200 g de manteiga;
- 5 ovos,;
- 1 laranja (raspa e sumo);
-  250 g de farinha;
- 1 colher ( de chá) de fermento em pó;
- 200 g de doce de abóbora ;
 - Sal, manteiga para untar a forma, farinha para polvilhar, chantili e granulado de laranja.

Confeção:

Ligue  o forno a 180º. Descasque as cenouras, corte-as em pedaços e leve ao lume a cozer em água e sal. Retire-as, escorra e reduza a puré. Unte uma forma redonda com manteiga e polvilhe-a com farinha.
Bata o açúcar com a manteiga, até obter um creme esbranquiçado. Junte as gemas aos poucos, o puré das cenouras, a raspa e o sumo da laranja. Peneire a farinha e o fermento e adicione.
Bata as claras em castelo, junte e envolva bem. Verta o preparado na forma e leve ao forno por 45 minutos. Retire e desenforme à temperatura ambiente.
Desenhe uma abóbora numa folha de papel vegetal e recorte. Coloque-a em cima do bolo e corte-o de acordo com o desenho. Decore-o com doce de abóbora, chantili e granulado de laranja.
Bolo da noite de bruxas. Um bolo fácil de confecionar, muito delicioso  e alusivo à noite de Halloween.




28 de outubro de 2013

Moamba de galinha receita angolana

Moamba de galinha receita angolana. Existe um provérbio africano que diz: Quem beber água do Rio Bengo nunca mais vai deixar de amar Africa. Foi o que aconteceu comigo bebi dessa água e nunca mais deixei de ter Angola no meu coração.

Moamba de galinha é uma receita típica de Angola.

Eis a receita:

Ingredientes:
- 900 g de galinha;
- 600 g de dendéns ( em lata já cozidos);
- 350 g de abóbora;
- 300 g de quiabos;
- 100 g de cebola;
- 20 g de alho;
- 1dl de azeite;
gindungo (malaguetas pequeninas), sal q.b.
Confeção:

Corte a galinha em pedaços pequenos. Esmague os dentes de alho, junte o gindungo, o sal e tempere a galinha. Leve ao lume um tacho com o azeite, a cebola picada e deixe alourar.
Coloque a galinha temperada, esmague os dendéns, com um pilão, num almofariz, junte cerca de 1 litro de água morna e esprema aos poucos, a pasta que acabou de obter.
Adicione os dendéns à galinha e a abóbora cortada aos cubos. Deixe cozinhar durante 15 minutos.
Por fim junte os quiabos e mantenha ao lume mais 5 minutos.
Acompanhe com funge de mandioca típico de Angola, uma espécie de pirão ( farinha de mandioca cozida em água) que serve de acompanhamento em pratos da culinária angolana, ou arroz branco.

Moamba de galinha receita angolana, o prato que adoro  comer quando sinto saudades dos cheiros de África,  cheiro a doce, a terra vermelha molhada, a mar, das suas músicas, das suas danças e do seu maravilhoso pôr-do-sol, único no Mundo.

Kizomba - Anselmo Raph, um cantor Angolano muito em voga nos dias de hoje.










27 de outubro de 2013

Solidão


A solidão é um sentimento no qual uma pessoa sente uma profunda sensação de vazio e sentimento. A solidão é mais do que o sentimento de querer partilhar com alguém uma atividade, mesmo sendo solitária tem necessidade de algo novo, algo que as transforme.


"A maior solidão é a do ser que não ama. A maior solidão é a dor do ser que se ausenta, que se defende, que se fecha, que se recusa a participar da vida humana.
A maior solidão é a do homem encerrado em si mesmo, no absoluto de si mesmo, o que não dá a quem pede o que ele pode dar de amor, amizade, de socorro.

O maior solitário é o que tem medo de amar, o que tem medo de ferir e ferir-se, o ser casto da mulher, do amigo, do povo, do mundo. Esse queima como uma lâmpada triste, cujo reflexo entristece também tudo em torno. Ele é a angústia do mundo que o reflete. Ele é o que se recusa às verdadeiras fontes de emoção, as que são o património de todos, e, encerrado em seu duro privilégio, semeia pedras do alto de sua fria e desolada torre."

Vinicius de Moraes

E como hoje é Domingo, vamos passear por ai... ao som da voz inesquecível do Nelson Ned.

25 de outubro de 2013

O segredo de um casamento.





O segredo de um casamento. As mulheres pelo facto de estarem comprometidas, quer seja pelo casamento, por viverem em união de facto ou por terem um namorado, não devem mudar o seu comportamento, nem os gostos, nem apagar da sua vida todos os hábitos que faziam parte da sua vida enquanto mulher solteira. Ao fazerem isso pode significar o fim da sua felicidade e torná-las em pessoas infelizes e solitárias.

Os gostos do seu companheiro não têm de ser iguais, músicas, filmes danças, comidas, praias, leitura. Os gostos não se discutem e os opostos é que se atraem.

O segredo de um casamento
Dicas

1 - Não corte relações com as suas amigas de infância, sabe tão bem de vez em quando um ombro amigo e fazer  aquela confidência  mais intima;

2 - Continue a vestir-se com elegância e sensual. Apesar de estar comprometida não significa que não pode utilizar os seus poderes de sedução. Lembre-se que o amor precisa de ser alimentado. Uma vida a dois só é perfeita mantendo a chama acesa  todas as horas do dia;

3 - Não se deixe anular, passando a ser uma sombra do seu companheiro, sem vontade ou gosto próprio. Se está habituada a frequentar ginásio, receber massagens, aulas de Yoga, ir ao teatro, cinema, dançar,  e  se tudo isto lhe der prazer, vá. Invista em si, trate do corpo, pois ao preservá-lo está a contribuir para a sua sanidade mental;

4 - Não deixe que o casamento a impeça de continuar apostar numa carreira profissional brilhante. Pois pode em simultâneo ter um casamento feliz e uma  profissão de que goste. Sentir-se-á realizada; 

5 - Não esqueçam a alegria que tinham antes de se casarem. Não caiam nas rotinas esquecendo o romance. Saiam em programas divertidos, comprem bilhetes para um espectáculo do vosso agrado, como faziam quando eram namorados.

5 - Não deixe de comer os seus pratos favoritos por o seu companheiro não gostar deles. Confeccione-os ou então aproveite uma saída a dois, ou com os amigos, procurem um restaurante acolhedor que os sirva. 


Além  destas dicas, sugiro também os 10 mandamentos para um relacionamento dar certo, título de um vídeo que encontrei no YouTube.

O segredo de um casamento. O seu casamento pode ser muito feliz, se investir nele. Deve evitar os problemas e seja muito feliz. Fiquem bem!



24 de outubro de 2013

Beneficios do Reiki

 
 
 
Benefícios do Reiki. O Reiki é uma terapia holística japonesa utilizada na Medicina Alternativa que traz não só cura espiritual, mas também física, mental e emocional, feita através  das mãos sobre o corpo para transmitir bem-estar e aliviar as dores.
O toque humano transmite calor, serenidade e cura. O corpo vivo irradia calor e energia.
Essa energia cura todos os níveis do corpo – físico, emocional e espiritual – ela cura a pessoa como um todo. A energia da força vital (Chi ou Ki) que gera a cura, flui através dos chakras nos centros das palmas e na ponta dos dedos.
O Reiki funciona como um sistema de energização pelo toque das mãos repondo a energia e contribuindo para uma boa longevidade. 
 
Reiki é seguro no tratamento de doenças crónicas e agudas, doenças relacionadas com stress e desordens, como nos casos de sinusite, rinite, menopausa, cistite, asma, fadiga crónica, artrite, ciática, insónia e depressão.
O Reiki é para todos, adultos, idosos, crianças, animais e até plantas.